Nasci no Funchal, Ilha da Madeira, a 26 de Janeiro de 1984 e cresci numa aldeia chamada Ponta do Pargo.

Acabei por me formar na área das ciências. Em 2008 (Aveiro) terminei a licenciatura em Eng. do Ambiente e tive o privilégio de exercer esta profissão em Faro entre 2010 e 2013, na Autoridade Florestal Nacional (agora ICNF). Foi das melhores experiencias que tive até hoje principalmente pelas pessoas que tive o prazer conheci e que acabaram por se tornar família.

Mas a enorme paixão que me acompanha desde miúda, por todas as formas de arte, nunca desapareceu.  Considero-me uma artista auto-didacta e muito conectada com a natureza. Foi então que decidi vir para Lisboa frequentar o curso de desenho e ilustração científica no Museu Nacional de Historia Natural e da Ciência.

A arte passou a ser o meu novo estilo de vida.  Sempre me ensinaram a olhar para o lado positivo de tudo, acredito que nada acontece por acaso, nunca é tarde para sonhar e no fim tudo faz sentido. Graças a isso, posso dizer que tive a sorte de viver várias etapas que me fizeram crescer e perceber que os nossos limites são definidos por nós, é proibido parar de lutar pelas coisas que nos fazem viver e nos trazem felicidade.

A tatuagem entrou na minha vida em 2016. Como qualquer outro artista, estou em constante aprendizagem e evolução mas posso afirmar que o meu estilo preferido é a tatuagem orgânica e botânica, detalhada, com linha muito fina e extra-delicada.

Pretendo continuar a criar e partilhar a minha arte de diversas formas, seja na pele, no papel, na parede, no tecido…

É no instagram clethra.tattoo.atelier que partilho o meu dia-a-dia e dou a conhecer um pouco mais da pessoa que sou hoje.